Covil

O pior PARALÍTICO é aquele que não quer andar.
Quem MORRE por gosto não cansa.
Quem muito se ARMA, muito se fode.
Mais depressa se apanha um mentiroso do que um COXO.

Sunday, October 30, 2005

Episódio 6 - Revelações

Com uma postura defensiva e rígida e um ar másculo, preparando a voz de forma a esta sair rouca e perturbada, Fifi Florzinha entra, repentinamente, na sala onde Quim Zé e Gisele se enroscam ordinariamente, num sofá mesmo muito bom, de uma marca mesmo muito muito boa. “- O seu pai espera por si no carro mesmo muito bom.” “- Tenho de ir moreee. Depois do almoço, espero por ti no ‘Clube dos Podres de Rico’. Inté.” Depois de Quim Zé sair da sala, Gisele interpela Fifi que parecia, estranhamente, não retirar os olhares da traseira de Quim Zé. “- Fifi. FIFIIII.” Com um olhar de ódio, Fifi responde: “- Siiimmmm.” “- Podias-me trazer um chá?” “- É já a seguir. É ké JÁ a seguireeee.” E sai da sala.

Dentro do carro mesmo muito bom de Afonso Nãofaznenhum, este, acerta os últimos detalhes com o seu filho, antes de se reunirem com os donos da lixeira municipal para chegarem a um acordo no projecto “Como fazer das lixeiras um local melhor”.
“- Então Quim Zé, já sabes quando abrir a boca, não sabes?
- Sei, nunca.
- E sabes o que dizer caso tenhas mesmo de abrir a boca?
- O objectivo final são vocês, tudo o que se fizer são vocês que o fazem, porque o interesse é vosso.
- Óptimo. Olha lá, não tens vestido o mesmo casaco que tinhas ontem?
- Tenho, porquê?
- Quim Zé, por alguma razão somos podres de rico. A principal é podermos vestir roupa diferente todos os dias.”

Relembrando os acontecimentos do dia anterior, Quim Zé mete a mão no bolso esquerdo do casaco e retira o papel que tinha encontrado nas calças. Abre-o e lê-o, julgando tratar-se de um dos caprichos da noiva.
“Esta mensagem é um aviso. Simplesmente um aviso. Podia avisar-te de outras maneiras. Escolhi uma mensagem. Escrita num papel. Simples e directa. Directa ao assunto. Assunto que tu não vais gostar. Gosto que eu vou querer que tu não tenhas. Podia ter-te ligado. Mas não liguei. Escrevi-te uma mensagem. Não um fax, não um mail, uma mensagem. Uma mensagem que é um aviso. Simplesmente um aviso. Podia avisar-te de outras maneiras. Escolhi uma mensagem. Como já tinha dito. E como já estou a ficar sem papel, vou-te avisar. É bom que fiques avisado. Não quero ter de escrever um aviso outra vez. Considera-te avisado.” Perturbado pelo conteúdo do papel, e mais perturbado ainda pelo facto de não ter percebido do que estava a ser avisado, Quim Zé vira a folha de papel amarrotada e lê as costas: “Esta mensagem é um aviso.” Oh não, pensa Quim Zé, outra vez não. “Afasta-te dela.” Quim Zé, pensando que podia ter poupado muito tempo lendo simplesmente a parte detrás do papel, repete para si próprio: “Ela, ela quem?”.

No Bairro Fétido, Martim, fita Maluca à medida que esta desaparece por entre os montes de lixo. Sempre pensado nas suas palavras, "Ai o segredo, o segredo acordou... Maluca sabe segredo!!!", dirige-se para o Hospital Mais Próximo, deixando a confusão do Bairro Fétido para trás.
Na recepção, Martim tenta descobrir quem era a mulher misteriosa que tinha sido atacada pelo cão raivoso no dia anterior.
“- Sr. Quim Zé? De volta? Algum problema?
- Quim Zé? Eu não me chamo Quim Zé.
- Não? Mas olhe que é a cara chapada dele. Tá um farrapilho hoje, mas é a cara chapada. Tem a certeza que não é o Sr. Quim Zé Nãofaznenhum?
- Nunca ouvi esse nome.
- Ok, então. Como posso ajudá-lo, Sr…
- Martim, Martim Apodrecido.
- Martim quê??
- Apodrecido…
- LOL!! Desculpe, como posso ajudá-lo?
- Eu gostava de saber como se chama a senhora que ontem foi atacada pelo cão raivoso à entrada das urgências.
- Espere um momento. (Um momento passa…) SSussana SSantos SSilva.
- Obrigada.”

Martim abandona o hospital determinado a encontrar SSussana. Caminha perdido sem se aperceber da direcção dos seus passos. Caminha para a urbanização Breeze. Enquanto tenta encontrar uma forma de descobrir SSussana, sempre com as palavras de Maluca na cabeça, Martim caminha com a certeza de que não sonhou quando viu alguém muito parecido com aquilo que ele próprio seria, se tivesse tomado banho e vestido alguma coisa decente, no dia anterior. Agora sabe o seu nome, Quim Zé Nãofaznenhum.

1 Comments:

  • At 1:11 AM, Blogger Diana said…

    O melhor episódio de sempre!!! Um lol mt grande para o episódio nº 6!!!

     

Post a Comment

<< Home